INSURTECHS: COMO AS STARTUPS PODEM MUDAR O SETOR DE SEGUROS

INSURTECHS: COMO AS STARTUPS PODEM MUDAR O SETOR DE SEGUROS

Há algum tempo a palavra startup deixou de ser algo restrito do mundo da tecnologia e começou a figurar em publicações de outras áreas. De forma simples, startups são empresas em estágio inicial, com algum tipo de inovação dentro do seu mercado e alto potencial de crescimento rápido.

Um dos reflexos dessa inserção das startups na cultura do dia a dia é quando observamos setores da economia se aproximando desse mundo. Hoje as startups se tornaram tão numerosas e diversas que dentro desse mundo é cada vez mais comum a divisão dessas empresas de acordo com o setor que atuam. Constructechs, Finctechs, Heathtechs, Adtechs, enfim, existem “techs” de quase todas as áreas e quase sempre com nomes em inglês.

Um dos novos setores onde muitas empresas tem surgido é o setor de seguros as chamadas Insurtechs ou Insuretechs dependendo da fonte. Independente da grafia o fato é que essas startups tem revolucionado o setor. E as grandes empresas entenderam o poder de transformação que pode ser provocado por esses novos negócios, uma vez que eles oxigenam com ideias um setor com processos e estrutura já consolidados no mercado. Se o mundo inteiro está mudando, o setor de seguros não será diferente.

Imagine o impacto que um mundo dominado por veículos autônomos poderá ter no mercado de seguros. Ou então quantos objetos como smartphones começam a ser tão importantes na nossa vida a ponto de querermos fazer um seguro deles. Ou ainda como um mundo dominado pela big data pode ter a captura e disseminação da informação tão bem estruturada que as empresas de seguro estaríam dispostas a cobrar menos de quem, por exemplo, não tem multas no seu histórico.

Com o aumento de startups em um determinado setor, vem também a consolidação de programas e estruturas de apoio. Nesse setor, começam a se consolidar associações de empresas do segmento, eventos específicos, programas patrocinados por empresas do setor, entre outros.

Uma dessas iniciativas é o SindSeg Insurtech Connection, um programa de aceleração / conexão de insurtechs com as grandes seguradoras do Brasil. O programa visa selecionar, capacitar e principalmente conectar as Insurtechs com as empresas associadas ao SindSeg, sindicato que abriga as principais empresas de seguro do mundo que tem atuação no Brasil.

As inscrições estão abertas até o dia 03/06/2018 e podem ser feitas pelo site: https://sindsegmd.com.br/startups/

Nesse setor de seguros inclusive, vemos uma peculiaridade, muitas vezes as empresas de seguro se interessam por soluções que aparentemente não estão relacionadas com o seu setor.

Imagine por exemplo uma startup que trabalha na previsão de chuvas para uma determinada região, ou uma que faz o monitoramento por drones, ou ainda uma plataforma de atendimentos médicos online. Essas soluções usualmente estaríam associadas a, respectivamente, agronegócio, construção civil e saúde. Mas acredite, o setor de seguros provavelmente é quem mais está interessado em pagar para que essas soluções sejam implementadas, uma vez que elas resolvem custos que hoje são deles e não das empresas de cada setor.

Não perca essa chance de mostrar o seu negócio para quem investe em todas os outros setores.

Gostou do post? Quer saber mais sobre os nossos programas?

Acesse: http://bizcool.com.br/

By | 2018-06-04T14:57:47+00:00 maio 21st, 2018|startups|