POR QUE O ITAÚ LIBEROU O DRESS CODE PARA OS SEUS 85MIL FUNCIONÁRIOS?

POR QUE O ITAÚ LIBEROU O DRESS CODE PARA OS SEUS 85MIL FUNCIONÁRIOS?

Se formou na escola entre os melhores da turma, foi aprovado(a) na melhor faculdade de economia da cidade, fez estágio nos maiores bancos de investimento do país, se graduou com honra, foi aprovado(a) em um dos processos de trainee mais difíceis do país e vai trabalhar 60 horas por semana de roupa social, num ambiente burocrático e político…

Todos nós conhecemos casos como este, certo? Até pouco tempo atrás, esse era o caminho tradicional dos jovens que queriam trabalhar no mercado financeiro.

Este caminho ainda existe, mas a concorrência para buscar os melhores talentos aumentou, e muito! Empresas que já nascem com uma cultura de colaboração e foco no cliente e no bem estar dos colaboradores tem conseguido atrair boa parte dos jovens profissionais.

Agora, não se trata apenas do fato de um colaborador poder ir de chinelo e jogar sinuca no escritório. É algo maior!

É a mensagem que está sendo passada, que comunica ao seu quadro de funcionários que eles querem diminuir a distância entre a vida profissional e a vida pessoal. As pessoas passam muito mais tempo no trabalho do que em tarefas livres, então por que fazer com que a carga horária trabalhista seja maçante e dolorosa?

Grandes empresas perceberam isso, e começaram a ter iniciativas com foco no bem estar dos colaboradores, como no dress code, horário flexível, Open Offices, etc. É a empresa falando para seu funcionário: “Nós confiamos no seu trabalho! Por favor, sinta-se à vontade para executá-lo da maneira como você preferir!”

Algo interessante da iniciativa do Itaú foram as duas únicas premissas: Bom Senso e Cliente em primeiro lugar. Eu concordo, sei que existem momentos que requerem uma postura mais formal, e acredito muito no bom senso como guia para qualquer ação. É um passo grande para uma das maiores empresas do Brasil, e que sirva de exemplo para as outras gigantes!

Quer saber mais sobre iniciativas de bem estar no ambiente de trabalho? Vamos bater um papo!

By | 2018-09-25T09:11:06+00:00 setembro 25th, 2018|empreendedorismo, trabalho|