QUERO CRIAR UMA STARTUP, E AGORA?

QUERO CRIAR UMA STARTUP, E AGORA?

Muita gente nos procura com essa dúvida, e busca por um passo a passo, o caminho ferramental para tirar a ideia da cabeça e colocar um novo negócio no mundo. A vontade de empreender muitas vezes vem acompanhada de inseguranças, dúvidas e falta de orientação que leva muitos a falharem e tantos outros a nem começarem.

A boa notícia é que sim, existe uma metodologia própria para criação de novos negócios, que quando aliada com o desenvolvimento do comportamento do empreendedor aumenta enormemente a chance de sucesso. Um dos grandes erros na criação dessas startups é a utilização de metodologias apropriadas para negócios conhecidos, baseadas em escolas tradicionais, e pouco úteis quando se trata de empresas incertas e em fase de descobrimento.  

Neste infográfico apresentamos a metodologia utilizada no Tropos Lab com base no Customer Development, do Steve Blank. Para compreender e aplicar a metodologia proposta aqui, tenha em mente 5 princípios que irão te nortear em todo o processo:

Resolva problemas urgentes

Existem quatro tipos de problema. O problema que é latente, ou seja, o cliente nem sabe que tem, o problema passivo que ocorre quando o cliente até sabe que tem mas não está disposto a resolver, o problema ativo que ocorre quando o cliente já sabe que tem e está esperando que alguém resolva pra ele, e o problema urgente (ou de visão) que ocorre quando o cliente sabe que tem e já está procurando resolvê-lo. Você terá dificuldade em vender soluções que resolvam problemas os quais os clientes não se preocupam, por isso ao criar novos negócios descubra onde realmente dói.

Você não sabe de nada

Reconheça que sua empresa nada mais é que uma série de hipóteses não testadas. Por mais que esteja imerso no problema que você quer resolver, tudo que você sabe são “achismos”, impressões que você teve com a sua visão que por mais ampla que seja é limitada.  

Obtenha feedbacks constantes

Se você não sabe de nada é importante que vá a campo e converse com as pessoas. Por isso uma das principais ferramentas utilizadas no desenvolvimento de novos negócios é a ida a campo, seja para entender o problema que sua empresa busca responder, seja para testar sua solução.

Fail fast, succeed faster

Não tenha medo de testar e falhar, porque quanto mais rápido você testar sua ideia menos dinheiro e tempo você irá gastar para desenvolver seu negócio.

Troque planos de negócios por canvas

No desenvolvimento de novos negócios, principalmente nas primeiras fases, é importante que você abandone a ideia de querer planejar seu negócio a longo prazo, já que você tem muito pouco conhecimento das variáveis. Faça um canvas, desenvolva e teste.

By | 2018-03-12T11:51:09+00:00 novembro 14th, 2017|startups|