A RELAÇÃO DAS UNIVERSIDADES COM O EMPREENDEDORISMO

A RELAÇÃO DAS UNIVERSIDADES COM O EMPREENDEDORISMO

Qual a dificuldade as universidades possuem hoje para lidar com o empreendedorismo?

[João Bonomo] Infelizmente há dificuldades de toda sorte nesse cenário. A formação docente, a elaboração de um projeto pedagógico, a manutenção de uma trajetória de empreendedorismo que possa contemplar os interesses dos alunos, tudo isso faz com que os desafios das universidades em lidar com o empreendedorismo se torne mais difícil de ser superado. Enquanto de fato, não houver uma perspectiva estratégica destas instituições em incrementar uma vertical específica e ao mesmo tempo transversal para a área de empreendedorismo, pouco adiantará às universidades formar um aluno capacitado e aderente para o momento que vivemos.

Em sua opinião, como será a relação das universidades com o empreendedorismo nos próximos anos?

[João Bonomo] Infelizmente não acredito que melhoras substanciais possam ser encontradas mesmo num futuro distante. Há um quê de interesse por esse campo do conhecimento, mas nada muito bem traçado ou elaborado que venha significar grande transformação nas grades e na formação do aluno. No máximo alguns espasmos de empreendedorismo, interrupções em programas que poderiam estar dando muito mais certo.

Quais as principais dificuldades que aluno universitário passa hoje para empreender?

[João Bonomo] Ele não é orientado para empreender, dado o nível de risco que esta atividade pode trazer. Há uma instrumentalização didática superficial e descolada que promete intensos efeitos em pouco tempo, mas que no fundo mesmo apenas reproduzem outra metodologia assim como todas as demais, que facultam aos alunos a característica que possuem, em também serem superficiais e descolados para se sentirem seguros.

Quais as habilidades um aluno deve ter/trabalhar para desenvolver um comportamento empreendedor?

[João Bonomo] Fazer uma dessas listinhas que existe em qualquer blog por aí não é muito a minha praia. São tantas trajetórias possíveis e em cada uma delas ela pode adquirir e desenvolver tantas habilidades que realmente fica muito difícil dimensioná-las

O que um aluno pode fazer durante a graduação para se preparar e ser um empreendedor?

[João Bonomo] Uma vez que eu acredito que existem diversas possibilidades para empreender, o aluno deve estabelecer consigo mesmo um alto nível de autorresponsabilidade, que o defina a tal ponto que possa se obstinar por este assunto. Tem que ter muito disciplina e procurar elaborar uma forte rede de relacionamento para que as suas ideias fluam. Adquirir conhecimento gerencial é vital para qualquer pessoa que viva, independente de ser empreendedor ou não. Trajetória bem administrada em termos de conhecimentos das práticas é muito pertinente para a formação de um perfil empreendedor, mas não é o suficiente. Abrir os horizontes, participar de atividades de extensão e prática são fatores fundamentais para que ele se prepare melhor para a aventura empreendedora.

By | 2018-01-02T15:19:25+00:00 julho 11th, 2017|empreendedorismo, entrevistas|