O surgimento e crescimento da internet, e principalmente das redes sociais, mudou drasticamente a maneira com que consumimos informação.

Até poucos anos atrás tínhamos como principais fontes de notícia e entretenimento poucos veículos: TV, rádio, jornais e revistas. Cada um desses segmentos com poucas dezenas de opções de canais de mídia que, para o bem e para o mal, controlavam o que chegava para 90% da população, inclusive em termos de publicidade.

Hoje esse cenário mudou. Em grande parte do mundo as pessoas tem acesso à internet e às redes sociais: dados do Relatório Economia Móvel 2019 da GSMA, indicam que 67% da população mundial tem acesso a smartphones. Se a internet nos abriu uma porta para conhecer o mundo, as redes sociais nos abriram uma porta para nos comunicarmos com ele.

Que hoje qualquer um com uma câmera pode criar um canal no Youtube, ou qualquer um com um celular pode criar e divulgar notícias no Twitter eu já sei. Mas será que as grandes emissoras continuam controlando a audiência?

Em parte sim, mas as coisas estão mudando mais rápido do que imaginamos. Vamos pegar a TV a cabo por exemplo.

Segundo o ibope, a lista abaixo representa os canais mais vistos em 2020 até maio:

Maiores audiências TV a Cabo 2020 

1 – GloboNews – 145.301 telespectadores/minuto

2 – Discovery Kids – 143.322

3 – Viva – 135.290

4 – Cartoon Network – 120.042

5 – Discovery Channel – 119.043

6 – SporTV – 104.691

7 – Megapix – 93.088

8 – AXN – 90.818

9 – Universal TV – 90.650

10 – Multishow – 89.358

Quando comparamos esse número com a audiência dos maiores instagrams e canais do youtube brasil por exemplo, vemos que os números já são bem substanciais.

Maiores Instagrams do Brasil

1 – Neymar – 139.7 milhões de seguidores

2 – Ronaldinho Gaúcho – 51.4 milhões de seguidores

3 – Anitta – 47,7 milhões de seguidores

4 – Marcelo Vieira Jr. – 45 milhões de seguidores

5 – Whinderson Nunes – 42,7 milhões de seguidores

6 – Tata Werneck – 42 milhões de seguidores

7 – Bruna Marquezine – 39,7 milhões de seguidores

8 – Marina Ruy Barbosa – 36,2 milhões de seguidores

9 – Gusttavo Lima – 33,9 milhões de seguidores

10 – Larissa Manoela – 33,7 milhões de seguidores

Maiores canais Youtube Brasil

1. KondZilla – 57 milhões de inscritos

2. Whindersson Nunes – 39 milhões de inscritos

3. Felipe Neto – 37 milhões de inscritos

4. Você sabia – 33 milhões de inscritos

5. Luccas Neto – 30 milhões de inscritos

6. GR6 Explode – 28.9 milhões de inscritos

7. RezendeEvil – 27 milhões de inscritos

8. Galinha Pintadinha – 21.8 milhões de inscritos

9. Canal Canalha – 19.7 milhões de inscritos

10. Authentic Games – 18.8 milhões de inscritos

Mesmo imaginando que as postagens do Instagram não sejam visualizadas por todos os seguidores, bem como os vídeos do Youtube, 1% da base já corresponde a números comparáveis com os principais canais de TV a cabo.

Imagina quando comparamos com as outras mídias. É claro que a TV aberta ainda possui números muito maiores, mas ela atinge públicos diversos. Por outro lado, os canais e perfis das redes sociais costumam ter públicos bem mais direcionados.

Com essa diversificação de mídias e mídias cada vez mais nichadas, as opções de propaganda, por exemplo, ficaram bem mais interessantes para os anunciantes. Será que é melhor investir milhões de reais na propaganda do jogo no SporTv ou aproveitar os milhões de seguidores de um jogador de futebol?

Vários artistas estão investindo tempo em suas redes sociais aproveitando a fama que conquistaram na TV ou no cinema e, com isso, tendo o controle da própria audiência.

Assim, para o desenvolvimento dos negócios, duas principais estratégias tem ganhado força:

1- Marketing de conteúdo: Criar conteúdos próprios focados no seu nicho e assim conquistar a audiência.

2- Associação com produtores de conteúdos nichados: Direcionar os seus esforços para influenciadores digitais do seu mercado que em geral são bem mais baratos e efetivos do que grandes mídias não direcionadas.

Entender que a audiência hoje está pulverizada é uma chance de ouro para quem conhece bem o seu público-alvo e só precisa de uma maneira efetiva de chegar nele.